TRINDADE E UNICISMO

 TRINDADE - Significa a tríplice manifestação de Deus ou a sua manifestação no Pai, no Filho e no Espírito Santo.
TRIUNIDADE - Significa o tríplice modo da existência de Deus, que é a existência de três em um.
A TRINDADE diz respeito a revelação de Deus ao passo que a TRIUNIDADE refere-se a existência de Deus.
- A idéia de Deus no Antigo Testamento é a unidade, por isso observaremos a Trindade de forma explícita somente no Novo Testamento como Pai, Filho e Espírito Santo.




Unicidade é a crença de que o Pai(Deus) se tornou filho e que se tornou o Espírito santo.
Na Fé unicista Deus é pai, filho e espirito santo ao mesmo tempo. eles negam a trindade de Deus e dizem que tudo é uma manifestação da divindade. Para eles a divindade se manifestou como pai,no antigo testamento, se manifestou como filho no novo testamento e se manifesta como o espírito santo para estar com a igreja.

Neste tópico de meu site, iremos refutar as igrejas unicistas, e, mostrar pelas escrituras que existe uma triunidade na divindade.
Os unicistas gostam de usar versos isolados das escrituras ,versos maus interpretados para dar sustento às suas crenças.
Sempre que são confrontados, começam a usar palavras de revelação como "manifestação", sendo que os mesmos não conseguem comprovar pela bíblia que Deus virou filho que virou espírito santo.

Existem várias igrejas unicistas nos dias actuais. Algumas delas são: Tabernáculo da fé(uma das primeiras) Igreja voz da verdade, Tabernáculo da vida, e muitas outras. Estas igrejas são prosélitas, quando encontram membros de outras denominações com pouca ou nenhuma instrução a respeito do assunto, já que a doutrina da trindade é de difícil  interpretação e alguns somente ouviram falar algo,mas nunca tiveram oportunidade de se aprofundar no assunto; logo lhes dão um folheto contendo um estudo sobre o unicismo e dizendo que não existe trindade, usando termos e versos isolados das escrituras sem nenhuma exegese.

Aqui neste tópico Vamos refutar as doutrinas unicistas e procurar mostrar aos crentes que esta doutrina é HERÉTICA e não tem respaldo bíblico.

PARA Começar, VOU DEIXAR UM VERSO DAS ESCRITURAS QUE JÁ REFUTA COM CLAREZA TODA Pretensão UNICISTA DE QUE DEUS É O FILHO, QUE É O ESPÍRITO SANTO.

Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. 
1 João 5:7

A fé unicista diz:

Nós cremos que existe um só Deus, e que este único Deus é UM, e não três.
(Deuteronômio 6:4 Ouve, Israel! O Senhor Nosso Deus é UM)

Refutação: Através deste verso eles dizem que somente existe um Deus e não três. Bom, Nos evangélicos não cremos em 3 deuses, mas em um único Deus formado pelas 3 pessoas da divindade. Assim como o triângulo tem 3 pontas distintas e a junção dos 3 lados formam essa figura geométrica, assim é nossa crença no Deus triuno. se você tirar uma dos lados do triângulo ele deixa de existir, pois só é triângulo com os três lados juntos, em perfeita unidade. Logo, as 3 pessoas da divindade formam um só Deus.

Exemplos. Deus disse: Deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher e serão dois uma só carne.
então eu pergunto: Como podem duas pessoas serem uma só carne? Existe um mistério aí,claro que existe. Eram duas pessoas que através do casamento passam a ser uma só. Porque elas se tornam uma só carne? Porque elas não buscam mais a gloria individual, mas a glória das duas. Tudo que é para uma é pra outra, elas estão em completa unidade. Então quando Deus olha do alto, não vê duas pessoas ,mas uma só. Tanto que a bíblia diz que se eles não estiverem em comum acordo a oração deles é impedida. Ou seja não é ouvida.

Jesus também orou ao pai dizendo: 

“É por eles que eu rogo; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus. Já não estou no mundo, mas eles continuam no mundo, ao passo que eu vou para junto de ti. Pai Santo guarda-os em teu nome, que me deste para que eles sejam um, assim como nós” (Jo 17.9,11).

Se jesus é o próprio Deus(pai) como então ele pode dizer: "ao passo que eu vou para junto de ti" ? Como uma pessoa pode ir para junto de si mesmo? 
Vejam que jesus ainda diz: "para que eles sejam um assim como nós."

Jesus diz que todos os cristãos seriam UM. como pode uma multidão de cristãos se tornarem UM?
Claro que é por causa da unidade, do mesmo ponto de vista, das coisas em comum que buscam Ainda que cada cristão seja individual, por  possuirem o mesmo objectivo, se tornam um, mesmo sendo muitos. Assim é a divindade. Eles formam um Único Deus. Não existe maior ,menor, nem do meio.Existe um Único Deus formado pelas 3 pessoas da divindade. Veja que no final jesus diz" assim como nós." Se Jesus fosse o próprio Deus(pai) ele jamais poderia usar o plural "nós." Este nos mostra que existe mais de uma pessoa na divindade.

Os unicistas gostam também de usar a matemática para dizer que nós adoramos 3 deuses.
eles somam assim: 1+1+1=3 e aí dizem que de fato nos adoramos 3 deuses.
Só que eu também posso usar a matemática pra dizer que Deus é um nas 3 pessoas da divindade.
Vamos ver: 1x1x1=1 Viram senhores unicistas? Mesmo sendo três pessoas distintas na divindade, eles formam UM ÚNICO DEUS.

Não é porque vocês não conseguem compreender os fatos do modo apresentado nas escrituras, significa dizer que estes não existem. Por exemplo, será que dá para vocês me falarem sobre a pré existência de Deus? Como pode um ser não ter princípio nem fim? Não teve começo, não teve pai, mãe e mesmo assim existe desde toda eternidade? Não tem explicação, e mesmo assim nós temos que aceitar. Muitas das vezes ficamos pensando como pode pois nossa mente humana é limitada,mas nem por isso vamos dizer que a divindade não existe desde todos os séculos.

Da mesma forma é com a triunidade de Deus. Não é porque não conseguimos compreender tudo que este deixa de ser como é ou de existir.

Agora vamos falar sobre o texto de Deuteronômio 6v4,em hebraico.

Shema,Israel:Adonai Elohenu Adonai Echad

Embora o texto áureo do monoteísmo: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor (Dt 6.4), diga que Jeová é “único” ou “um”, esta unidade, entretanto, não é absoluta. A palavra único no original “echad” está no construto, revelando uma unidade composta. Semelhantemente, a palavra (echad) aparece com a mesma idéia de pluralidade em Gênesis 2.24 onde diz que Adão e Eva ...serão ambos uma só carne (cf. 11.1-6; Ez. 37.17I Co. 6.16-17). Ninguém jamais pensou em fabricar uma imagem de Adão com duas máscaras! A IVV deveria saber que a palavra com idéia de unidade absoluta é yachid, usada em Gênesis 22.2 onde diz “Toma agora o teu filho o teu único filho...” e também Provérbios 4:3 Jeremias 6;26, e não yachad usada no texto em lide.

Ainda levando em consideração o fato de os judeus em seus confrontos com os cristãos não saberem responder a estes sobre a Trindade, resolveram em seu “Princípios de Fé” trocar a palavra “echad” por “yachid”, mostrando uma flagrante contradição com o texto hebraico original.

Vocês estão vendo senhores unicistas? A palavra "echad" no hebraico indica a formação de duas pessoas em uma. Logo quando Deus falou com Adão e Eva que eles seriam um, usou a palavra "echad" para indicar que eram uma unidade, e não a palavra "yachid" mostrando um em absolutismo. Os problemas destas igrejas unicistas é que elas não conhecem nada de grego, nem de hebraico, não pesquisam o original e ficam por aí, inventando ESTORIAS que tiveram a partir de revelações particulares. Deus é um na pessoa do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Três pessoas da divindade formando um só Deus.

Como sempre, quando as seitas são confrontadas com a verdade das escrituras, logo tentam mudá-las. Dizendo que aquilo não é assim, fazem como os judeus que mudaram até a palavra "Echad" pela palavra "Yachid" para querer desmentir a triunidade divina.

Vamos agora pra Gênesis

ELOHIM

A palavra hebraica Elohim que se encontra em Gn 1:1, 16,26 e em muitos outros é a forma plural de Eloah. Muitos têm alegado que essa palavra expressa apenas um plural majestático, mas não há um consenso entre os estudiosos e mesmo entre os rabinos judaicos, pois eles não entendendo perfeitamente essa palavra e tentando preservar o monoteísmo judaico, deram o nome de plural de majestade, entretanto um dos maiores rabinos de Israel, Shimeon Ben Joachi pronunciou a respeito dessa palavra o seguinte:

“ Observai o mistério da palavra Eloim;encerra três graus,três partes;cada uma destas partes é distinta,e é uma por si mesma, e não obstante são inseparáveis uma da outra; estão unidas juntamente e formam um só todo ” (“Como Responder às Testemunhas de Jeová” Vol. I, Ezequias Soares da Silva, editora Candeia)

Voltemos agora ao meu primeiro texto
Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. 
1 João 5:7

Como os unicistas ficam sem respostas diante deste texto, então logo dizem que este texto foi manipulado pela Igreja Católica Romana para dar base a trindade, conceito este pagão ,criado pela Igreja Católica Romana.

Só que isto é uma mentira descarada de quem ficou sem argumentos. Também porque se a Igreja Católica Romana conseguiu manipular as escrituras, colocando nela textos fraudulentos, logo os unicistas também deveriam desconfiar de todas as escrituras. Pois tudo que está ali também poderia ter sido corrompido pela Igreja Católica.

Esta acusação de que a Igreja Romana falsificou o texto de 1 João 5v7 não tem base pois quem garante aos unicistas que eles também não falsificaram o restante das escrituras? Então só resta aos unicistas crerem em 1 João 5v7, ou pararem de usar a bíblia, já que para eles a Igreja Romana conseguiu falsificar um texto, nada impede deles terem conseguido falsificar mais texto e até toda a Bíblia. Conclusão, os argumentos unicistas não passam de FALÁCIAS!
vou deixar um site que explica melhor sobre 1 João 5:7 e o porquê devemos crer em tal verso. Colem no navegador de vocês e leiam por favor. Está tudo bem explicado no site
http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ObservacoesSobreAutenticidade1Joao5_7-Dabney.htm

Vejam o que diz a igreja Tabernáculo da vida em sua confissão de fé. (tradução minha)
http://www.upcscandinavia.com/livetstabernakel/om%20oss.html

Nós cremos que este Único Deus desceu do céu e se revelou à nós através do senhor jesus Cristo. 
1 Timóteo 3:16 E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória.

O que mais me deixa perplexo é que esta igreja unicista diz que 1 João 5v7 foi manipulado pela Igreja Romana, mas omite que neste verso de 1 Timóteo 3v16 foi feito uma mudança.

Eles usam este verso para dizer que "Deus se manifestou em carne", e provar pra seus fieis que foi Deus(pai) mesmo que se manifestou, mas no original não está Deus, não existe Deus no original desta passagem. a palavra Deus neste verso foi acrescentada por tradutores para mostrar que jesus também é Deus, assim como o pai e nao um Deus menor como diziam muitos. A Igreja Tabernáculo da vida em especial, faz uso deste verso e diz: olha aqui! Está escrito, "Deus se manifestou em carne". Logo foi o próprio Deus que se manifestou. só que erram grandemente, pois no original não existe o nome Deus,este foi acrescentado por tradutores para mostrar que jesus é Deus, assim como o Pai é Deus, sendo que jesus se rebaixou como servo vindo ao mundo como homem. Não quer dizer que esta pessoa da Deidade é menor que o Pai em poder e glória, ao contrário, é igual só que se rebaixou, se esvaziou de sua glória para ser como homem e assim pagar o resgate por nossa redenção. A esta pessoa da Deidade se fez serva, se fez homem, se fez filho por causa de nós, então quando os tradutores colocaram ai a palavra "Deus" para deixar mais que provado que jesus é Deus assim como o Pai.

Só que como a palavra Deus neste verso ajuda aos unicistas em suas doutrinas heréticas, eles não dizem para seus membros que esta palavra é acrescentada. Já no caso de 1 João 5v7 que desmascara o unicismo com sua modalidade,aí sim eles dizem que foi a Igreja Católica que fez tal coisa, adulterando assim as escrituras. Por que eles não dizem que o verso de 1Timóteo também foi adulterado? Não dizem porque neste caso vale omitir, já que tal verso dá base para a doutrina deles.



Basicamente os textos bíblicos utilizados pelos grupos que defendem a idéia de que Jesus Cristo é o Pai e o Espírito Santo ao mesmo tempo, são:

1 - Eu e o Pai somos um (Jo 10.30).

2 - Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe?

3 -Quem me - vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai? (Jo 14.9)



                      Irei refutar tais versos

1. Eu e o Pai somos um (Jo 10.30).

O artigo “Um” no grego, nesse versículo, está no neutro, hen, e não no masculino, heis, e mostra assim duas pessoas numa só Deidade. Além disso, o verbo está no plural “somos” e não no singular “sou”, não pode, portanto, Pai e Filho serem a mesma pessoa.

Jesus não está dizendo que é a mesma pessoa do Pai, mas que Ele e o Pai, são duas pessoas distintas, em unidade divina. Portanto, João 10.30 deve ser entendido como uma declaração de Jesus da sua unicidade de natureza essencial com Deus, isto é, que Ele é essencialmente igual a Deus

2-3. Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai? (Jo 14.9).


Encontramos aqui uma reiteração da mesma substância da declaração do versículo 7 deste capítulo: Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto. Ver o Pai não consiste em meramente contemplar a sua presença corporal, mas em conhecê-lo. Fica subentendido que não ver o Pai, na pessoa de Jesus, é o mesmo que não conhecê-lo. O Filho é o único expositor do Pai aos homens (Mt 11.27; Jo 12.44-45; Cl 1.15; Hb 1.3; 1 Tm 6.16). O versículo seguinte destrói completamente os argumentos modalistas: “As palavras que eu vos digo, não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras”. Porventura se eu orasse: “Senhor, permita que as pessoas te vejam em mim”, iria você pensar que eu e Deus somos a mesma pessoa? Claro que não!. Jesus tampouco estava tentando incutir em Filipe que Ele e o Pai eram a mesma pessoa, mas que tão somente Deus poderia ser visto mais facilmente em Jesus pelas obras realizadas através Dele.

A Igreja Tabernáculo da vida(igreja unicista) diz assim em seu credo(tradução minha)
http://www.upcscandinavia.com/livetstabernakel/om%20oss.html

1- Nós cremos que o nome do Pai é jesus(João 5:43 Eu vim em nome de meu Pai, e não me recebeis; se outro vier em seu próprio nome, a esse recebereis.)

                              Refutação

No poder e autoridade; por seu consentimento ( de Deus), com sua vontade, e de acordo com a aliança com ele (Deus): Cristo não veio de si mesmo, de sua própria disposição, por um poder separado de sua própria vontade, mas foi chamado, enviado, e veio por consentimento mútuo; e trouxe suas credenciais com ele, fazendo as obras e milagres que o seu Pai lhe deu para realizar:

Somente na concepção dos unicistas e da igreja Tabernáculo da vida, este verso está dizendo que o Pai(Deus) é Jesus. No final do texto Jesus apenas fala que ele veio em nome do Pai e eles não creram e se alguem vier em o próprio nome Dele eles aceitariam. Não diz que Deus é jesus neste verso, uma interpretação chula dos unicistas sem uma exagese das escrituras.

2- Nos cremos que o nome do filho é Jesus (Mateus 1:21 Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles.)
              
                        Refutação

Finalmente eles acertaram aí, o nome do filho é Jesus . Jesus quer dizer: Jeová é salvação. o nome traduzido por JOSUÉ tambem e Jesus. Logo Jesus era um nome comum entre os judeus daqla epoca e ate de antes da epoca de jesus cristo
A segunda pessoa da divindade ao assumir a forma terrena recebeu o nome de jesus.
A segunda pessoa da divindade é Deus como a primeira pesssoa da divindade Deus. São iguais em tudo. não existe maior ou menor entre Eles. Qaundo falamos em primeira pessoa, segunda pessoa e terceira pessoa, estamos apenas usando uma linguagem (termo) terrena para apontar as três pessoas da divindade em suas revelações ao homem.

No Antigo Testamento vemos Javé com todo seu poder sendo revelado, enquanto que as outras pessoas da divindade ainda estavam em mistérios ocultos,mas mesmo assim como lemos em Gênesis e em Deuteronômio, a presença das três pessoas da divindade estavam sendo mostradas, mas ainda com um véu.

No Novo Testamento vemos a segunda pessoa da divindade se manisfestando como um filho obediente. Aqui Ele nos ensina a obedecer, a amar a Deus sobre todas as coisas, a amar o próximo e principalmente veio ao mundo como homem para nos resgatar do pecado se oferecendo como cordeiro à Deus.
Nos ensina também como ser filhos, ser submissos.

Os unicistas gostam muito de pegar os termos primeira, segunda e terceira pessoa da divindade para dizer que nós temos 3 deuses onde um é maior que o outro, pois se assim não fosse não usaríamos tais palavras.
Puro engano unicista. Nós usamos este termo não para dizer que existe alguém maior ou menor na unidade da divindade, mas para assim podermos entender as diferentes atuações de cada um. Um atuou no antigo testamento, outro no novo testamento como jesus e o outro esta atuando com a igreja depois que jesus subiu para o pai. Por isto dizemos primeira, segunda e terceira pessoa da divindade e não porque achamos que um é maior que o outro. Ainda que jesus quando esteve aqui na terra dizia que o pai era maior que ele, mas ele dizia isto porque ele assumiu a posição de servo, de filho, se humilhou e se esvaziou de si mesmo,assim, mesmo sendo Deus nao quiz ser igual a Deus. Por isto jesus dizia sempre que o Pai que O enviou era maior que Ele. 
Ele aqui está se humilhando se tornou servo por nós.

3-Nós cremos que o nome do Espirito Santo é Jesus (João 14:26 mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, Esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.

                                 Refutação

Eu acho que estas igrejas pensam que nós não sabemos interpretar um texto.SÓ PODE SER. Vejam, dizer que neste verso as escrituras estão dizendo que o nome do Espirito Santo é Jesus, só pode ser piada unicista!

Olhem bem o verso em questão: Nele está dizendo que o Espirito Santo é um outro Consolador, e diz ainda que o Pai(Deus) é quem vai enviá-lo em nome de jesus e que este mesmo OUTRO consolador iria fazer-nos lembrar de tudo que Jesus havia ensinado.

Agora me digam senhores unicistas da Igreja Tabernáculo da vida, da Igreja Tabernáculo da fé, da Igreja Vóz da Verdade etc... Como pode alguém enviar Ele mesmo, em nome dEle mesmo pra testificar dEle mesmo? Vocês não acham muito estranho? Somente pessoas indoutas, sem conhecimento bíblico acreditam nesta falácia unicista, sem exagese . Os unicistas também gostam muito de dizer que teologia é coisa do diabo, mas se é assim porque eles fazem estudo bíblico em cima de textos isolados das Escrituras para dar base ao seu unicismo de que Deus é Jesus que é o Espirito Santo? Meus caros unicistas! Todo estudo sobre Deus é uma teologia. Teologia vem do grego e quer dizer estudo sobre Deus. Logo, sempre que abrimos as escrituras para estudar, ler, estamos estudando sobre Deus,daí a palavra Teologia. Então fica claro,não tem nada de capeta. O problema dos unicistas é que eles são capetafóbicos. Tudo é capeta ou então Catolicosfóbicos. Tudo eles aprenderam que vem da babilônia católica e não deve ser aceito e ponto final.

Veltemos ao Espirito santo.
Neste texto encontramos a palavra OUTRO que em grego é "allos". Bom já começa que se as escrituras dizem que seria um OUTRO consolador, com certeza não poderia estar se referindo a mesma pessoa. Outro é outro, somente no pensamento unicista que OUTRO é a mesma pessoa. A palavra "Allos"(outro) no grego quer dizer : um outro da mesma espécie, um igual. Vocês se lembram o que escrevi sobre o triângulo? Eles possuem pontas iguais e ao mesmo tempo distintas entre si, porém somente juntas formam um triângulo. Assim é a divindade, três pessoas na divindade formando um Único Deus.

E eu (Jesus) rogarei ao Pai, e Ele vos dará Outro[allos] Consolador (o Espírito Santo), para que fique convosco para sempre. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai (Ele) enviará em meu nome (Eu), esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará (Ele) lembrar de tudo quanto (eu, Jesus) vos tenho dito (Jo 14.16-26).

Esta passagem deixa mais que CLARO para qualquer um poder entender. Nao sei como o unicismo consengue fazer malabarismo com a palavra de Deus omitindo a verdade aos fieis de sua igreja.

como disse acima : seria um absurdo jesus rogando a ele mesmo para mandar outro consolador que seria ele mesmo. Onde ja se viu isto?

A Quem Foi Paga a Nossa Redenção

A quem Cristo pagou o resgate? Se for negada a doutrina ortodoxa da Trindade (negando-se uma distinção entre as Pessoas da Deidade, conforme quer o modalismo), Cristo teria de pagar o resgate ou à raça humana ou a Satanás. Posto que a humanidade está morta em transgressões e em pecados (Ef 2.1), nenhum ser humano teria o direito de exigir que o Cristo lhe pagasse resgate. Sobraria, portanto, Satanás. Nós, porém, nada devemos a Satanás. E a idéia de Satanás exigir resgate pela humanidade é blasfêmia, por causa das implicações. Ao contrário: o resgate foi pago ao Deus Trino e Uno para satisfazer as plenas reivindicações da justiça divina contra o pecador caído: E andai em amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave (Ef 5.2) (destaque nosso).

Embora mereçamos o castigo decorrente da justiça de Deus (Rm 6.23), somos justificados pela graça mediante a fé em Jesus Cristo, somente: E é o que alguns têm sido, mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus (1 Co 6.11). Fica claro que a doutrina essencial da expiação vicária, na qual Cristo carregou nossos pecados na sua morte, depende do conceito trinitariano. O unicismo subverte o conceito bíblico da morte penal e vicária de Cristo como satisfação da justiça de Deus e, em última análise, anula a obra da cruz.

Algumas Provas Bíblicas de Que Jesus Não é o Pai:

Em todo o tempo em que Jesus esteve na terra, o Pai esteve no céu: Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus (Mt 5.16). Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus (Mt 5.48).

Jesus disse que confessaria os homens que O confessassem, diante do Pai: Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus (Mt 10.32-33).

O Senhor Jesus Cristo está hoje à destra do Pai: E, ouvindo eles isto, enfureciam-se em seus corações, e rangiam os dentes contra ele. Mas ele, estando cheio do Espírito Santo, fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus, que estava à direita de Deus; E disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus (At 7.54-56).

Deus Pai é Pai de Jesus e não Jesus é Pai de si mesmo: Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor, Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo (Ef 1.3). Graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, seja convosco na verdade e amor (2 Jo 3).

Jesus entregou o seu espírito a seu Pai e não a si próprio: E, clamando Jesus com grande voz, disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, havendo dito isto, expirou (Lc 23.46).

Jesus conhecia o Pai, mas não era o Pai: Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas (Jo 10.15).


Algumas Provas Bíblicas de Que o Espírito Santo Não É Jesus:

O Espírito Santo é um outro Consolador, procedente do Pai e do Filho: E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre (Jo 14.16). Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim (Jo 15.26).

O Filho pode ser blasfemado e o pecador culpado disso encontra perdão. Mas, se o Espírito Santo for blasfemado, essa pessoa não encontra perdão. Isto prova haver duas Pessoas: Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro (Mt 12.31-32).

O Espírito Santo não veio falar de si mesmo ou glorificar a si mesmo, mas sim para glorificar a Jesus: Mas, quando vier aquele, o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar (Jo 16.13-14).

A descida do Espírito Santo no dia de Pentecostes foi a prova de que Jesus havia chegado ao céu, onde se assentou à destra de Deus Pai: E isto disse ele do Espírito que haviam de receber os que nele cressem; porque o Espírito Santo ainda não fora dado, por ainda Jesus não ter sido glorificado (Jo 7.39). De sorte que, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis (At 2.33).

Jesus afirmou, mesmo depois da ressurreição, que Ele não era espírito. Portanto, Ele não podia ser nem o Pai (Jo 4.24) nem o Espírito Santo (Jo 14.16-17-26; 15.26;16.7-15), pois esses são seres espirituais: Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo; apalpai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho (Lc 24.39).

Distinção muito clara é feita entre as três Pessoas da Trindade: Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo (Mt 28.19). A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém (2 Co 13.14).
Será porque o apóstolo Paulo fala desta maneira: A graça do Senhor Jesus cristo, e o amor de Deus e a comunhão do Espirito Santo esteja com todos vós. Amém?

Vocês unicistas não acham que ele deveria dizer assim: Que a Graça de Jesus ,o Amor de Jesus e a Comunhão de  Jesus esteja com todos vós? Afinal pra vocês tudo é Jesus. Se o único nome agora é o nome de Jesus logo Paulo não deveria mencionar Deus nem o Espirito Santo, mas dizer que tanto a Graça, quanto o Amor, quanto a Comunhão deveriam vir por parte exclusiva de Jesus.
Por isto que digo, e volto a dizer: A FÉ UNICISTA NÃO TEM COERÊNCIA! Somente pessoas maus instruidas com respeito a triunidade da divindade caem nas garras unicistas.

Para continuar provando que jesus não é o Deus Pai, a quem nós chamamos de primeira pessoa da divindade, vamos ler em:

Mateus 27:46 Por volta da hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni? O que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?



Os unicistas são unânimes em dizer que Jesus clamou a seu interior. ao espírito que estava dentro dele, só que esta FALÁCIA não tem respaldo biblico.

1- Ninguém clama a si mesmo. Pensem bem senhores unicistas: eu estou em perigo, prestes a morrer e aí começo a clamar a mim mesmo para me ajudar a mim mesmo? Ou então, estou sozinho em uma situação dificil e digo pra mim mesmo o porque de eu ter me desamparado ? Tem cabimento uma coisa desta?

Já que vocês gostam de Bíblia senhores da Igreja Tabernáculo da Fe, Voz da Verdade e Tabernáculo da Vida. Me mostrem um texto bíblico que diga que Jesus clamou ao seu interior, ao espírito que estava dentro dele. Se vocês me mostrarem este verso... Ou será que vocês dizem isto por causa de uma revelação ESPECIAL,mas que não tem nada de bíblico?

2- Vejam que jesus está dizendo: Deus meu Deus meu, porque me desamparaste. Segundo os unicistas ali dentro daquele corpo estava o próprio Deus pai e que jesus clamava pra este Ser que era o próprio espírito dele. Segundo os unicistas a carne era o Filho e o espirito Deus pai ,mas me digam uma coisa. Neste episódio o espírito ainda não tinha saido do corpo de Jesus. Porque ele clama dizendo que o Pai o havia desamparado, já que o espírito que era o Pai segundo vocês ainda estava dentro dele na hora em que clamava?

Vocês não acham que isto é de uma incoerência tremenda? Não existe lógica. A fé unicista não tem lógica.

Conclusão

Não existe maior,do meio ou menor na divindade como os unicistas nos acusam quando dizemos 1,2 e 3 pessoa da divindade. Também não existe 1,2 e 3 pessoa, estes são termos usados por nós para melhor compreendermos a revelação de Deus. Todos são iguais em poder, em glória e em majestade, são unânimes. A segunda pessoa que veio ao mundo como Jesus apenas se fez de servo. se humilhou, se esvaziou como está escrito nas escrituras. E assim se fez conhecer. Logo nós humanos conhecemos esta pessoa da divindade como um filho obediente, submisso a Deus.

As três pessoas da divindade formam um Único Deus. Não se tira nem se coloca, somente as três juntas formam um Único Deus. Não é porque isto é dificil de se entender, que deixa de ser uma verdade. Existem muitas coisas que nós não entendemos. Ex: A pré-existência de Deus. Como explicar a existência de um ser sem começo e sem fim? Nao é porque isto foge da nossa imaginação humana que este fato deixe de ser verdade na divindade. Logo não é porque alguns cristãos (unicistas) não conseguem compreender o mistério da trindade e optaram por uma forma mais fácil de definir a divindade como sendo uma única pessoa manifestada como Pai, Filho e Espirito Santo . Que a verdade da triunidade de Deus revelada nas escrituras deixa de ser verdade.

Agora, se você acha que com esta nova doutrina que te passaram você descobriu a RODA, a POLVORA você pode continuar nela e ignorar todos os pontos e versos bíblicos que mostrei àcima. A opção é toda sua, mas lembre-se: em 1 Joao está escrito: 
"Filhinhos, já é a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também, agora muitos anticristos têm surgido; pelo que conhecemos que é a última hora" (1 João 2:18).

"Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo, o que nega o Pai e o Filho" (1 João 2:22).

Veja que joão deixa bem claro que o espírito do anticristo negaria o Pai e o Filho. Dizer que o Filho é o Pai e que o Pai é o Filho e que os dois são a mesma pessoa é negar tanto um quanto o outro. Veja que jesus já havia subido,mas mesmo assim João não diz que quem negasse só Jesus seria o anticristo, mas ele diz que o espirito do anticristo negaria tanto o Pai quanto o Filho. No Verso que joão diz "o que nega o Pai e o Filho" ele deixa bem claro que os dois não são a mesma pessoa. Se o Pai fosse o Filho e o Filho fosse o Pai não haveria necessidade de joão dizer: o que nega o Pai e o Filho". ele diria sobre negar somente Jesus já que para os unicistas Deus Pai se tornou Jesus.

Termino este estudo com João 5:30-32

De mim mesmo não posso fazer coisa alguma. Julgo como ouço; e o meu julgamento é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.

Se eu der testemunho de mim mesmo, não é digno de fé o meu testemunho.
Há OUTRO que dá testemunho de mim, e sei que é digno de fé o testemunho que dá de mim. 

Quero dedicar este estudo à todos os unicistas que o leiam pedindo a Deus que através do Espirito Santo os seus olhos possam se abrir e possam compreender as escrituras como convém.

Dedico também a todo cristão que já crê na triunidade De Deus, mas que ainda tem alguma dúvida sobre o assunto.

Deus vos abençõe em nome de Jesus.

Obs: Nem tudo que esta neste artigo é de autoria minha. Agluns pontos eu achei atraves de pesquisas  na net e juntei com meus proprios conhecimentos. Pastor. Reginaldo Torres
 

Login/Administrar

Acesso para administrar o site.

Número de Visitas

037633
Hoje
Ontem
Esta semana
Há uma semana
Este mês
Há um mês
Total
26
45
99
37409
399
491
37633
Seu Ip: 54.196.69.175
Hora: 15:33:07 - 22-08-2017

Neste momento...

Temos 18 visitantes e Nenhum membro online

© Copyright 2014-2017 Igreja Evangéica Sinais e Prodigíos. Oslo/Noruega Pastores Reginaldo e Kristin. Desenvolvido Por Rodrigo Queiroz.